{ março | 2017 }

março 31, 2017


escutando essa música talvez você aproveite melhor a leitura desse post. :)
(obs: as fotos estão no final. mas ler o texto talvez te acrescente algo.)



março, eu aprendi muito e de diversas formas com a sua estadia por aqui.
aprendi que pra qualquer coisa que sonhamos, precisamos abrir mão de algo: do tempo. de se importar tanto com ele, de querer controla-lo e fazer com que ele funcione como nossos desejos imediatistas dizem. no caminho até algo que queremos muito, não podemos deixar de aproveitar a fase que estamos. no momento em que sua vida se torna apenas uma espera pelo próximo mês, ou ano, ou "x" acontecimento, você perde o melhor dela, que sim, tá batido mas eu vou dizer: está nos pequenos momentos. não perca isso. transforme cada dia em um sonho, apenas por poder vive-lo com gratidão.

março, eu ganhei um livro que queria muito. e mesmo o querendo tanto, não imaginava que ele chegaria tão de surpresa, e mudaria tanto em mim. o último livro que fez isso eu não consegui mais desgrudar.

março, fiz as primeiras provas no meu último ano escolar. tenho tentado aproveitar ao máximo o ambiente escolar, me lembrar das sensações e tudo mais, porque sei que a faculdade irá ser completamente diferente, e o trabalho também. apesar de estar me preparando pro vestibular, tenho tentado não pensar tanto nele, pra não acabar transformando-o em um dragão de sete cabeças. saiba sempre: você não é o que um sistema educacional desigual e injusto diz.

março, me livrei dos padrões que impus a mim mesma.
nesse mundo de influenciadores digitais, eu quero ser uma pequena ilha, e quem aportar aqui irá encontrar apenas uma garota compartilhando as pequenas coisas de sua pequena vida. quero viver com a mesma simplicidade e desapego a coisas terrenas que meu Mestre um dia também viveu.

março, você foi chuvoso. muito. tudo o que não chovia há anos, você fez chover. sofri pra sair do meu edredom quentinho as 6 da manhã. fiquei muito em casa por conta disso, mas isso pra mim não é problema hehehe.

março, eu aprendi que o ódio é sempre uma escolha. mesmo que alguém faça algo muito ruim a você, é sua escolha odiar aquilo. você NÃO precisa revidar ódio com ódio. aprendi a olhar com olhos de amor a quem me odeia, a orar por essas pessoas e a não permitir que meu coração se torne igual ao delas. (fato interessante: 100% das pessoas que dizem me odiar, não me conhecem pessoalmente e nunca tiveram 1 conversa comigo. de onde surgiu tanto ódio gratuito? eis a questão.)

março, eu voltei com o document your life no canal. me senti feliz, porque ainda que não pareça, naquele 1 minutozinho de vídeo, contém muito sentimento.

ah março, eu agradeço a Deus por permitir que eu tenha uma vida tão cercada de privilégios. agradecerei ainda mais, se estes privilégios me forem tomados por quem os deu, pois sei que a Ele o controle de tudo pertence. mas peço, por favor, que Ele volte logo e que eu, de alguma forma, esteja pronta pra receber meu Rei.





{ be grateful every time. }
7 comentários

{ fevereiro | 2017 }

março 04, 2017


Oi, pipou! 😊
Tô vindo aqui tirar a poeira do blog pra mostrar como foi esse mês de fevereiro. Passou mais rápido que imaginei, e agora em março irá passar mais ainda (mês de provas é sempre assim!). Foi um mês lindo na medida de como a vida segue, né? Seguimos aprendendo a enaltecer os detalhes e a permitir que eles gerem alegria dentro de nós.







01. É só começar a chover que o chão da varanda da minha casa fica lotado dessas florzinhas. Um charme só.
02. A prateleira mais fofa que eu respeito. Mudei algumas coisinhas nela esse mês e gostei bem mais assim. 💙
03. Outra mudança por aqui: luzes na janela pra deixar mais aconchegante. Adorei!
04. Essa foto é tão especial pra mim. Nesse momento eu não sabia que meu namorado estava tirando foto, então sim: esse sorriso é 100% espontâneo. Eu estava sorrindo porque ele tinha dito que eu era linda. Um celular velhinho com câmera de 5mp, mas que conseguiu registrar algo doce e verdadeiro. Virou minha foto preferida.
05. Outra ideia de pinterest que eu apliquei no quarto. Polaroids + washi tape, e deu nesse amorzinho de decor. Juntei com luzinhas e pronto, não precisa de mais nada. Além de decoração, tenho lembranças lindas a distância de um olhar.
06. Um dos registros feitos durante o feriado de carnaval, indo pra piscina. A clássica foto de pezinhos que já faço a anos não podia faltar.

Nota sobre uma lição aprendida esse mês:
A vida adulta -com todas as suas responsabilidades e afins-  tira do ser humano a melhor das suas capacidades: a de sonhar. Todos ficam com a mente tão fechada no ter e sobreviver, que esquecem sonhos e costumes antigos. A vida se torna pesada e cansativa. Sentimentos são coisas raras. O tempo é dinheiro, e só. 
Uma promessa que fiz pra mim mesma, é que não quero me tornar mais uma desses robôs que esqueceram o sonhar. Pior ainda: nunca conheceram o realizar. Eu quero escolher a alegria, ainda que eu mesma tenha que produzi-la, porque é claro que ela não estará em todos os lugares sempre. As vezes precisamos tirar do fundo de nós mesmos.

Fiquem com Jesus e até o próximo post. 💕
3 comentários
© Agridoce Vida - Todos os direitos reservados. • Maira G.